Pisac Mercado, Ruinas e Ollantaytambo

9 Horas

Saimos cedo na manhã pela ruta para o Vale sagrado, previamente no caminho faremos uma parada em Awanacancha (*), um centro de investigação de camelídeos andinos onde poderemos apreciar as lhamas, as alpacas e vicunhas, observar o processo de tecidos tradicionais com o uso de técnicas e ferramentas antigas, além de apreciar os artigos que hoje se exibem no mundo inteiro.

Conheça o seu Percurso

Itinerário de Viagem


Saimos cedo na manhã pela ruta para o Vale sagrado, previamente no caminho faremos uma parada em Awanacancha (*), um centro de investigação de camelídeos andinos onde poderemos apreciar as lhamas, as alpacas e vicunhas, observar o processo de tecidos tradicionais com o uso de técnicas e ferramentas antigas, além de apreciar os artigos que hoje se exibem no mundo inteiro. Chegaremos a PISAC é uma povoação tradicional dos Andes com influência hispânica, suas ruas empedradas estreitas, casas na sua maioria de adobe com tetos de telha, uma igreja da época com vestígios da escola Cusqueña onde ainda se celebra a missa em quíchua, o idioma nativo dos Incas e que hoje são parte do atrativo de este lugar agradável. Sua praça concentra um dos mercados mais emblemáticos do Vale, diariamente se leva a cabo a feira artesanal, é muito divertida, cheia de colorido e com diversos artigos desde têxteis, cerâmica, trabalhos em madeira, couro, tela e muitos produtos que chaman a atenção. No mesmo lugar poderemos encontrar o mercado local e apreciar os produtos trazidos do campo desde verduras, batatas, milho e a grande variedade de artigos da zona. Veremos aos Varayocs (chefes indígenas) ou aicaides de diversas comunidades próximas, quem com a sua ornamentação típica têm uma presença colorida na povoação. Um atrativo muito singular são as padarias, algumas de elas muito antigas onde se elabora pão de trigo e as famosas empanadas de queijo e cebola muito agradáveis que são a delícia dos visitantes. Depois de nossa visita nos dirigiremos para a parte alta da povoação por uma estrada até chegar ao complexo arqueológico de PISAC, uma cidadela construída na cima da qual apreciaremos a magnitude do Vale com seus terraceamentos, palácios, habitáculos, residências, fontes assim como um dos cemitérios Incas mais grandes da região. Continuaremos pela autopista até chegar a Urubamba, para degustar um almoço bufê com comida variada, fresca e deliciosa numa antiga fazenda. Pela tarde visitaremos e faremos um circuito por um dos lugares mais emblemáticos do vale Sagrado, a povoação Inca de OLLANTAYTAMBO, onde o tempo se parou. É uma das poucas povoações na América do Sul que mantem aindo seu plano original desde sua construção, há mais de 500 anos. Os descendentes seguem vivendo por gerações nos recintos, “casonas” (casas coloniais) e palácios Incas, visitaremos uma família para conhecer seu modo de vida. Ao colo encontraremos os canais e fontes de água cristalina que ainda seguem escorrendo com grande estrepito pelas ruas antigas. Na parte superior da povoação visitaremos os terraços, os templos Incas, construções ciclópicas pelo tamanho das pedras, os vestígios nos mostram que ainda existem pedras meio trabalhadas o que nos indica que por alguma razão tiveram que abandonar este lugar. Perto do crepusculo voltamos por um caminho diferente para aprender mais sobre este destino, subir perto do m 3800, passando por campos férteis e tons verdes variou para apreciar o pôr do sol, a neve ea paisagem circundante insuperável. Uma breve visita ao Colonial aldeia Inka de Chinchero, famosa por seus tecelões, os seus quadrados, ruas estreitas e calor do seu povo. Retorno a Cusco. (*) Awanacancha visita, centro de investigação de camelídeos, está incluído apenas em serviços privados.

24 Horas: 958-076-720 / 984-110-491
984-765-574 / 984-118-056

Whatsapp: 51-958-076-720

× Como posso te ajudar?